Agachamento, como fazer?

agachamento
Certamente, o agachamento é um dos exercícios mais completos da musculação, capaz de fazer mudanças estéticas significativas em tempo record se bem executado, exercício mais solicitado pelos clientes dentro de uma sala de musculação. Mas será que todo mundo pode agachar?

A resposta para tal pergunta é: DEPENDE.

Não irei me aprofundar a casos de patologias ou desvios posturais e se o agachamento é indicado para esses casos ou não, hoje vou explicar a biomecânica do movimento e como executa-lo corretamente com objetivo de evitar lesões.

Antes de iniciar precisamos analisar as articulações envolvidas no movimento que são: Flexão plantar (tornozelo), extensão de joelhos, extensão de quadril e extensão de tronco, agora vamos analisar as principais musculaturas envolvidas em cada uma das artiulações:
• Flexão plantar: tibiais, gastrocnêmio, sóleo, e plantar.
• Extensão de joelhos: Vasto lateral, vasto medial, vasto intermédio, reto femural
• Extensão de quadril: Glúteo máximo, isquiotibiais.
• Extensão de tronco: eretores da espinha.

Agora vamos esclarecer a diferença entre fase concêntrica e excêntrica do movimento, e para não me estender vou simplificar em dizer que a fase concêntrica é onde “se faz a força” fase positiva, e a fase excêntrica é a fase negativa, entendendo isso a ordem mais correta de se executar um agachamento é a seguinte:

Posicione os pés paralelamente e aponte seus joelhos para o dedão do pé, deixe o tronco ereto e mantenha a cervical alinhada com a coluna, procure manter os cotovelos apontados para baixo e não para trás enquanto faz o agachamento, por fim estabilize mantendo o abdomem contraído nas duas fases.
 

Inicie o movimento pelo tornozelo, mas como profe???

Pense da seguinte forma: tornozelo, joelhos e quadril, flexione essas 3 articulações nessa ordem em segundos, chegando ao seu limite de amplitude, ou seja, sem retroversão pélvica (a famosa posição de cachorrinho), pressione o calcanhar firme ao chão enquanto: aponta os cotovelos para o chão, mantém o abdômen contraído, solta o ar e empurra-se para cima retornando a posição inicial.

A dica de hoje é para os iniciantes, comece aprendendo a técnica correta, após ter controle do movimento inicie apenas com a barra e só depois faça a progressão para a barra com carga. Dessa forma evitam-se as lesões e o resultado almejado de pernas torneadas estará mais perto de ser atingido.

Por Keli Lima

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *